Maria_Teresa-vencedora

Maria Tereza de Moraes

“Na secretaria eu sempre pensava no professor, sabia voltar para esse lugar em que já estive”
  • Professora
  • Londrina, Paraná

Projeto

A experiência de 12 anos como professora na educação básica da rede municipal de Ourinhos, em São Paulo, foi crucial para Maria Tereza de Moraes superar a falta de recursos com inovação quando se tornou secretária de Educação da cidade.
Maria Tereza criou uma central única de vagas em creches para acabar com o clientelismo, reduzindo as ações judiciais por vagas. O Índice de Desenvolvimento da Educação Básica aumentou de 5,3, em 2011, para 6,4, em 2015, e os diretores das escolas passaram a ser escolhidos por seleção, e não por indicação política.

Formada em Direito, com pós-graduação em Gestão Pública, ela levou a ideia da central única para a Secretaria de Educação de Londrina, no Paraná, que assumiu em 2017, depois de um processo de seleção inédito no país, com provas e entrevistas. No ano passado houve 17 ações da Defensoria Pública estadual pedindo vagas em creches de Londrina, contra 600 em 2016.

Antes de ser professora, Maria Tereza foi intérprete de libras na prefeitura de Ourinhos. Ela aprendeu a língua aos 13 anos, enquanto acompanhava a mãe nas aulas da igreja. “Brinco que a primeira política pública da minha vida foi a acessibilidade”, afirma, aos 37.

Maria Tereza de Moraes – Finalista

Clique e confira essa historia