Luciana_Paiva

Luciana Paiva

“Hoje eu me sinto honrada. Antes o clima de trabalho era horrível, agora existe cumplicidade entre as pessoas. Não temos mais filas de espera, a cada sete dias abrimos novas 100 vagas e nossa análise costuma ser feita em 15 dias”
  • Supervisora
  • São Paulo, São Paulo

Projeto

Quando Luciana Paiva entrou no setor de seguro-desemprego da Superintendência Regional do Ministério do Trabalho e Emprego de São Paulo, em 2010, o tempo de espera para o desempregado receber seu direito podia chegar a um ano: seis meses para agendar o atendimento e outros seis meses para a análise do pedido. A estrutura era ruim e não havia treinamento de atendentes nem conservação do espaço. “Era um lugar onde ninguém queria trabalhar”, conta.

Como supervisora, Luciana reestruturou a agência da sede em São Paulo, modificando o sistema de agendamento de vagas, e, já como chefe, descentralizou a análise dos recursos no estado, antes concentrada na capital. A autonomia de outras agências municipais também aumentou com a criação de um grupo de assistentes regionais. Em 2017, o setor de seguro-desemprego cumpriu a meta de analisar todos os pedidos dos cidadãos em menos de 30 dias.

Luciana, de 45 anos, entrou no serviço público pela primeira vez como telefonista da antiga Telesp, em 1993, e já trabalhou no setor privado e como professora na prefeitura de São Paulo.

Luciana Paiva – Finalista

Clique e confira essa historia