Meio Ambiente

Jorge Amaro de Souza Borges

Mostardas, Rio Grande do Sul

Trajetória

Há duas décadas quando se formou técnico agrícola, Jorge Amaro já tinha certeza que sua trajetória seria dentro do serviço público. Natural de Mostardas, uma cidade de doze mil habitantes no Rio Grande do Sul, Jorge viveu uma história de crescimento, determinação e paixão pelo serviço público. Em 1999, Jorge fez o primeiro estágio no departamento de Meio Ambiente da prefeitura de Viamão e se apaixonou.

Orgulhoso da trajetória de 20 anos no serviço público, Jorge atuou em diversas frentes: educação ambiental, sustentabilidade, cidadania, inclusão social, educação inclusiva, acessibilidade e direitos das pessoas com deficiência. A busca por qualificação sempre foi um foco. O profissional acredita na importância do conhecimento para prestar um serviço de qualidade à população. “Todas as minhas formações são voltados para o serviço público”.

Jorge Amaro sempre acreditou que a educação era o único caminho para mudar sua realidade. Ele nasceu na comunidade quilombola dos Teixeiras, que fica no litoral do Rio Grande do Sul. O menino negro de origem humilde pediu para avó e para mãe para estudar, seu sonho era aprender a ler e escrever.

Curioso, Jorge adorava ouvir histórias. Na infância, ficou inspirado quando ouviu a história de um homem negro quilombola que era muito conhecido pela inteligência. A história serviu de impulso e inspiração para ele. Anos mais tarde descobriu que o personagem da história era seu avô materno. Apesar de toda a dificuldade, Jorge nunca desistiu de estudar e, principalmente, não desistiu de acreditar em um futuro melhor.

O profissional voltou à sua cidade natal como Secretário de Meio Ambiente. Ao longo de sua gestão, Jorge vem realizando um trabalho junto à comunidade sobre o papel individual e coletivo na proteção do meio ambiente. “A educação ambiental é uma ferramenta importante de transformação social, transformação da realidade e, principalmente, transformação de pessoas”.

Ano passado, Jorge concluiu o doutorado em Políticas Públicas pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul. O profissional público é um defensor dos movimentos ambientalista, negro e pela inclusão das pessoas com deficiência. Para Jorge, o serviço público é o caminho para transformar vidas e construir uma sociedade mais justa e consciente.

Carla Guaitanele – Finalista

Clique e confira essa historia