Jair-vencedor

Jair Schmitt

“O fiscal do Ibama é um profissional que sofre muito em campo, com risco de confrontos e doenças. Os resultados são de um conjunto de pessoas, não meus”
  • Biólogo
  • Brasília, Distrito Federal

Projeto

Foi durante a ECO-1992, a Conferência da ONU sobre o Meio Ambiente e o Desenvolvimento, no Rio de Janeiro, que Jair Schmitt decidiu: “Vou trabalhar no Ibama”. Dez anos depois, ele passou no primeiro concurso para analista ambiental do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis, deixando Ponta Grossa, no Paraná, para trabalhar em Itacoatiara, no Amazonas. Logo Jair coordenava as operações de fiscalização ambiental em todo o estado.

No Ibama, o biólogo de 43 anos implementou um modelo matemático para mensurar o quanto a fiscalização ambiental consegue impedir infrações. Elaborado em sua premiada tese de doutorado em desenvolvimento sustentável, o método hoje é usado em outras instituições públicas. Ele ainda participou da concepção do Auto de Infração Eletrônico, plataforma que permite lavrar os documentos de fiscalização
ambiental eletronicamente, reunindo as mais de 15 mil autuações anuais do órgão.

Jair ressalta o esforço coletivo na redução do desmatamento da Amazônia, que em 2012 atingiu a menor a taxa da história, de 4.512 km2. Em 2013, ele assumiu a fiscalização ambiental do Ibama em todo o país e desde 2017 trabalha no Ministério do Meio Ambiente.

Jair Schmitt – Finalista

Clique e confira essa historia